akobsweg-747482-desarrollo-redcrusoe-(1024x300)

Um dos objectivos da CRUSOE é a assinatura de acordos entre os centros universitários da Macrorregião do Sudoeste Europeu (RESOE) para os fazer mais fortes e competitivos, já que uma das suas áreas prioritárias de ação é a excelência no ensino superior e a investigação. Por isso, elaborar-se-ão documentos, relatórios, etc. para o desenvolvimento regional, em função dos resultados das reuniões entre os governos regionais e as universidades das 6 regiões.

Serão efetuados importantes avanços no desenvolvimento regional, mediante o trabalho conjunto em vários âmbitos como infra-estruturas, turismo,  Jacobeu e, especialmente, no âmbito educativo, onde as universidades têm posto em andamento diversas iniciativas de cooperação.

galicia-3804378-desarrollo-redcrusoe-(360X271)
spain-2709040-desarrollo-redcrusoe-(360X271)
path-501781-desarrollo-redcrusoe-(360X271)
beach-1908801-desarrollo-redcrusoe-(360X271)
oviedo-992688-desarrollo-redcrusoe-(360X271)
spain-2709101-desarrollo-redcrusoe-(360X271)

GRUPO TÉCNICO DE AÇÃO RESOE - CRUSOE

CRUSOE:

    • Presidente: D. Rui Manuel Costa Vieira de Castro. Reitor da Universidade do Minho.
    • Vice-presidente: D Ángel Pazos Carro. Reitor Universidade de Cantabria.
    • Secretário: Antonio López Díaz. Reitor de Universidade de Santiago de Compostela.
    • Vogal: D Antonio Carreto Fidalgo. Reitor de Universidade da Beira Interior.
    • Vogal: D Santiago García Granda. Reitor de Universidade de Oviedo.
    • Vogal: D Carlos Manuel da Silva Rodrigues. Presidente de Instituto Politécnico de Viana do Castelo.
    • Vogal: D. Juan Francisco García Marín. Reitor Universidade de León.
    • Vogal: D Manuel Pérez Mateos. Reitor Universidade de Burgos.

Governos:

  • Governo do Principado de Astúrias: Dª Cristina González Morán, Directora Geral de Universidade e D Iván Aitor Lucas del Amo, Director Geral de Inovação, Investigação e Transformação Digital. Conselharia de Ciência, Inovação e Universidade.
  • Junta de Castilla e León: Dª Pilar Garcés García. Vice-conselheira de Universidades e Investigação. Conselharia de Educação.
  • Governo de Cantábria: D. José Ángel Irabien Gulias. Director Geral de Universidades, Investigação e Transferência. Conselharia de Universidades.
  • Xunta de Galiza: D José Alberto Díez de Castro, Secretário Geral de Universidades. Conselharia de Educação, Universidade e Formação Profissional. Dª Patricia Argerey Vilar, Directora de Agência Galega de Inovação. Conselharia de Economia, Emprego e Indústria.

A coordenação do Grupo Técnico de Ação é exercida pela Junta da Galiza através de D Xosé Lago García, Subdirector Geral de Ação Exterior e Cooperação Trans-fronteiriça da Junta da Galiza.

ATIVIDADE DO GRUPO TÉCNICO DE AÇÃO RESOE - CRUSOE

A Macrorregião de Regiões do Sudoeste da Europa (RESOE) encarrega à CRUSOE a preparação de uma estratégia de especialização inteligente (RIS-3) de carácter macrorregional, para o qual se parte da análise realizada pela CRUSOE dos RIS3 actuais. O desenho do PIC macrorregional da Rede CRUSOE fundamenta-se nas estratégias de especialização inteligente dos seis espaços interregionais que actualmente constituem o espaço macrorregional de referência (RESOE): Comunidades Autónomas de Astúrias, Cantábria, Castilla e León, Galiza, além das regiões do Centro e Norte de Portugal. Para tal fim, procedeu-se a analisar e plasmar baixo o modelo de matriz, as RIS 3 destas comunidades utilizando como base de exemplo a estratégia de especialização inteligente trans-fronteiriça entre Galiza e N. Portugal.

Nas reuniões com cada região da RESOE são apresentadas as prioridades comuns a todas as regiões, para que cada uma delas estabeleça a sua hierarquia de prioridades no momento actual. Desta maneira, oferecem-se as capacidades da CRUSOE por encarrego da Macrorregião para, precedendo comunicação com os governos e em função à avaliação do RIS que está a terminar, realizar uma análise dos pontos comuns en que coincidem as 6 regiões para estabelecer prioridades.

Com base nesta informação, será elaborado um primeiro documento de RIS macrorregional, que se vai apresentar e debater na reunião de 2020 RESOE-CRUSOE.

Em função da tomada de decisões da RESOE no próximo plenário, pôr-se-á em andamento a elaboração de propostas de projetos na rede CRUSOE dentro das linhas prioritárias para a RESOE. As formações de consórcios van seguir a metodologia “Top-Down” e “Botton-Up”.